Buscar
  • PIBBC

ALGUÉM MERECE PERDÃO?

Atualizado: 4 de Jun de 2019

Brennan Manning, autor de “O Obstinado Amor de Deus”, afirma que o maior problema da igreja americana é não se considerar digna do perdão de Deus. E este fato é muito sério, pois pode atrapalhar consideravelmente a sua comunhão com DEUS.

Não é de se admirar que as igrejas do mundo inteiro passem pelo mesmo problema e como consequência, jamais haverá aquele fogo genuíno do Espírito Santo que leva os crentes a se reunirem após o culto para debater a sempre abençoadíssima mensagem que acabaram de ouvir. Na realidade, a Palavra pregada deveria permanecer na boca e no coração de todos, até a próxima.


O fato de não perdoar os próprios pecados, cria uma barreira espiritual que pode nos levar à criação de uma figura ideal do que gostaríamos de ser, todos pensam que somos, mas não somos! O que vivemos não passa de uma fantasia de algo que não existe e vai se tornando cada vez mais pesado até não aguentarmos mais. E tudo vir à tona!


É um fardo muito doloroso para carregar só e temos o nosso amado Irmão mais velho sempre pronto a nos perdoar, tente derramar o coração na sua presença e Ele certamente tomará o seu jugo para si!


E quais as causas? Infelizmente, o orgulho! Não o orgulho de sentir-se superior aos outros, mas aquele orgulho de pensar que um dia praticou algo tão abominável que nem Deus pode perdoá-lo. No entanto, Coree Tenboon, no seu livro o Refúgio Secreto, tem uma frase memorável:

“Não há um poço tão fundo que Deus não possa alcançá-lo!"


Jesus é um Deus apaixonado e apaixonante e quando permitimos que Ele tenha liberdade total para comandar as nossas vidas, Ele vai pondo abaixo todas as fortalezas de satanás e quanto mais nos achegarmos a Ele mais fortes ficaremos no nosso processo de santificação. Quando nos damos conta de tudo isso e olhamos para trás, nem de longe parecemos a mesma pessoa!


Vamos tomar por base os acontecimentos do dia em que Ele ressuscitou o filho da viúva de Naim. A bíblia não cita detalhes, mas é muito fácil imaginar que a reação de todas aquelas pessoas deve tê-las acompanhado pelo resto das suas vidas. Era uma multidão do lado de Jesus e outra multidão acompanhando o cortejo fúnebre, quando ele se compadeceu daquela mãe e lhe devolveu o filho com vida! (Lc 7.11-15)


Alguém acredita que Jesus seguiu adiante e a multidão inteira foi quietinha para casa?

É evidente que não! É claro que para todas as testemunhas visuais daquela ressurreição (Lc 7.16) a vida nunca mais foi a mesma, e história foi contada de geração em geração. Imagine então o tumulto que causou quando ele ressuscitou Lázaro, depois de quatro dias enterrado.


Contra fatos não há argumentos! Ainda dúvida que Jesus pode deixar o seu coração tão limpinho como o de um bebê?


A Palavra de ordem é arrepender-se, colocar uma pedra sobre o lado escuro da sua e poder dizer: “Olha, eu era assim, mas agora sou outra pessoa, porque Jesus me salvou e está escrito “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”. (2 Cor 5.17)


Alguém merece perdão? Ninguém, mas ele ainda nos quer dar assim mesmo!




Rosa Helena R. de Camargo

Revisão Digital: Sol Carvalho

6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
LOCALIZAÇÃO

Rua Dom Luiz, 619 - Vila Real Balneário Camboriú/SC 

88337-100

FALE CONOSCO

(47) 3361-1260

pibbc@hotmail.com

  • Facebook Igreja Batista em Balneário Camboriú
  • Instagram Igreja Batista em Balneário Camboriú

© 2019 por PIBBC