Buscar
  • PIBBC

Salmos: como a igreja deveria vê-los em seu ajuntamento

Você já percebeu o quanto Salmos fala sobre mudança? O quanto ele retrata mudanças na vida dos salmistas, mas principalmente, o quanto ele mostra que esse salmista mudado pode ser também um agente de mudanças no mundo? Sua vida transformada é uma candeia acesa por sobre a mesa, iluminando a todos.


“Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.

Lava-me completamente da minha iniquidade, e purifica-me do meu pecado.

Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.

Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.

Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria.

Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve.

Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.

Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniquidades.

Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.

Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.

Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão.

Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tua justiça.

Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o teu louvor.

Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocaustos.

Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

Faze o bem a Sião, segundo a tua boa vontade; edifica os muros de Jerusalém.

Então te agradarás dos sacrifícios de justiça, dos holocaustos e das ofertas queimadas; então se oferecerão novilhos sobre o teu altar.”


Salmos 51:1-19

Perceba como o Rei Davi inicia o Salmo 51, ele está a confessar seu adultério com Bate-Seba e o assassinato de Urias. Ele então clama pela purificação do Senhor e conclui que o resultado disso será ensinar os transgressores os caminhos retos de Deus: “Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário. Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão.” E ele segue com mais uma comparação de mudança: “Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tua justiça.” O assassino louvará a justiça do Senhor de Israel.


E assim, o próprio Salmo torna-se um agente de mudanças em nosso coração, tornando-nos mudados para mudar.


Louvar ao Senhor com Salmos é poderoso, glórias à Ele por isso! E é por essa razão que eu gostaria que você refletisse sobre as músicas e as canções da igreja pós-moderna. Muitas trazem conteúdos edificantes, muitas mais centralizam o homem engrandecendo a nós, ao invés do Senhor. Músicas cristãs precisam ser bíblicas, muito mais do que de acordo com a Palavra, elas precisam ser a Palavra cantada.


Salmodiar é a melhor e mais ideal forma de louvar a Deus, afinal, temos um enorme livro com uma infinidade de canções. N.T. Wright, em seu livro Salmos, diz: “Adorar sem o emprego de Salmos é arriscar plantar sementes que nunca germinarão.”


Louve com os Salmos, poetize com eles, ore por meio deles. É abominável a negligência da igreja de hoje em ver os Salmos como meros versículos isolados.


Billy Graham uma vez disse que sua leitura devocional incluía cinco Salmos e um capítulo de Provérbios. Salmos lhe ensinava sobre seu relacionamento com Deus e Provérbios sobre o relacionamento com outras pessoas. Uma inspiração cristã prática de um ótimo uso de Salmos.


São 150 poemas que não estão incluídos em nosso cânon somente por história ou estética, é plano e presente de Deus que Sua igreja se debruce sobre os Salmos.


Esse conjunto de músicas é para nossa edificação individual, mas principalmente, para o ajuntamento do povo de Deus. Vamos passar a ler, recitar a cantar mais Salmos juntos?




Por Gabriela Neves Simas




4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo